Caldo Verde

Caldo VerdeSempre que chega o inverno e começa esfriar, eu lembro das sopas quentinhas e substanciosas. Uma das receitas que eu mais aprecio é o famoso Caldo Verde, um prato rústico e típico dos camponeses do Norte de Portugal, do Minho, para ser mais exato. Uma sopa de batatas, com muito azeite de oliva, couve picadinha e paio (ou chouriço, como na origem).

Em Portugal, é costume consumir caldo verde depois da meia-noite, e em plena madrugada nas festas de passagem de ano e nas festividades dos santos populares. Assim como a canja de galinha, o caldo verde é uma das sopas tipicamente portuguesas mais fáceis de preparar e das mais populares.

Para variar, receitas existem aos montes, onde temperos e ingredientes são os mais diversos: alguns acrescentam pimenta do reino em pó, salsinha e cheiro-verde, outros substituem o paio por linguiça calabresa, toscana ou pelo próprio chouriço.

Não importa quais ingredientes sejam utilizados. Como tudo na vida, vale a pena experimentar todas as variações e formas de preparo. Ainda mais com esse tempo frio de inverno. A receita a seguir é a minha favorita até este momento.

Caldo Verde

Ingredientes

250 g de couve-manteiga
1 1/2 litros de água
1/2 colher (sopa) de sal
1 kg de batatas
1 cebola cortada em quatro
4 dentes de alho picados
azeite de oliva
300 gr de paio

Modo de preparo

Lave e higienize bem as folhas de couve, retirando os talos, e cortando o mais fino possível e reserve.

Cozinhe na água com sal as batatas descascadas, a cebola, metade do alho, e duas colheres (sopa) de azeite. Uma vez cozidas, deixe esfriar um pouco e passe tudo pelo liquidificador para formar um caldo grosso. Volte esse caldo à panela e mantenha em fogo baixo.

Enquanto isso, em uma frigideira grande, frite o alho picadinho em uma colher de azeite e acrescente o paio sem pele e cortado em rodelas para fritar um pouco. Acrescente a couve cortada, refogue até murchar um pouco (não deixe cozinhar demais) e junte tudo ao caldo. Aumente o fogo, corrija o sal, se necessário, e deixe engrossar por mais uns cinco minutos.

Sirva, preferencialmente, em tigelas de barro, regada com um fio de azeite.

Em Portugal toma-se a sopa acompanhada de uma boa broa de milho. Eu, particularmente, prefiro pão francês ou italiano. Outra opção é preparar um pão de alho: corte as fatias de pão e leve ao forno, como se fosse fazer torradinhas. Numa panela, coloque um fio de azeite e doure o alho. Retire o pão do forno e coloque o alho dourado por cima! Sirva quentinho com o caldo verde numa noite de frio acompanhado de um bom vinho Dão de castas brancas.

By Joe

Uma resposta to “Caldo Verde”

  1. Claudia Says:

    Hummmmm!!!!!!
    Também adoro caldo verde, experimente com calabreza defumada e acrescentar uns pedacinhos de bacon na hora de refogar a couve.
    bjsss

    Curtir

O que achou do post acima? Deixe seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: