Arquivo para Túmulo

Respeito às diferenças

Posted in Reflexão with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 20/11/2012 by Joe

Aproveitando este feriado em que se comemora o “Dia da Consciência Negra”, é preciso fazer algumas reflexões sobre o respeito às diferenças. É o momento para pensarmos um pouco sobre nossas atitudes, no dia-a-dia, nos relacionamentos eventuais com pessoas que nos ajudam com serviços, atendimentos, e até mesmo nas redes sociais.

Leiam, reflitam e percebam que, mais importante que palavras, são as atitudes!
.

“Os fatos revelam tudo, as atitudes confirmam. O que você diz – com todo o respeito – é apenas o que você diz.”

By Martha Medeiros
.

“Nada é mais despreciável que o respeito baseado no medo.”

By Albert Camus.
.

“Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.”

By Voltaire.
.

“As religiões são caminhos diferentes convergindo para o mesmo ponto. Que importância tem se seguimos por caminhos diferentes, desde que alcancemos o mesmo objetivo?”

By Mahatma Gandhi.
.

“Vocês riem de mim por eu ser diferente, e eu rio de vocês por serem todos iguais.”

By Bob Marley.
.

“Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seus semelhantes.”

By Albert Schweitzer.
.

Um sujeito estava colocando flores no túmulo de um parente, quando vê um chinês depositando um prato de arroz na lápide ao lado. Ele vira para o chinês e pergunta-lhe:

– “Desculpe, mas o senhor acha mesmo que o defunto virá comer o arroz?”

“Somos todos diferentes, mas não desiguais!”

Desconheço a autoria.

E o chinês reponde-lhe:

– “Sim, quando o seu vier cheirar as flores!”

Respeitar as opções do outro, em qualquer aspecto, é uma das maiores virtudes que um ser humano pode ter.

As pessoas são diferentes, agem de forma diferente e pensam diferentemente. Nunca as julgue, apenas compreenda-as.

By Sabedoria Oriental.
.

By Joemir Rosa

A sabedoria da dor

Posted in Reflexão with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 19/07/2012 by Joe

Não faça da sua dor uma máscara, que coloque em seu rosto a “marca da vítima”, do pobre coitado, da “infeliz de Maria”. Isso só afasta as pessoas e as oportunidades.

Por vezes, a vida, com sua “lousa amorosa”, vem trazendo novas lições, novos caminhos, e nós, presos ao que passou, ao que mal começou, ficamos parados na ilusão do tempo, e sofremos além da conta.

Enterre seus mortos, mas deixe-os lá.

Na tumba que serve de abrigo para os ossos, porque, Platão já sabia e afirmava, seus mortos não estão no túmulo, estão além da sua visão, mas perto da sua alma, da sua percepção, seus mortos vivem no seu coração.

Faça da sua dor um aprendizado. Tire proveito das lições que o desengano promove, aprenda a reconhecer os sinais do amor, comece a enxergar os problemas de longe, fuja das situações embaraçosas, amores mal resolvidos, pessoas com mais problemas que você, dívidas que podem ser evitadas, compromissos que não te pertencem.

Viva uma vida com sabedoria, e assim, encontrará, a alegria, mãe de toda a felicidade.

É tempo de reencontrar a paz perdida, se afundar no travesseiro sem nenhum medo, com a plenitude de saber ser merecedor, de tudo o que é bom, inclusive o amor!

By Paulo Roberto Gaefke.

%d blogueiros gostam disto: