Arquivo para Tragédias

Rir é o melhor remédio!

Posted in Humor with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 23/01/2011 by Joe

Janeiro tornou-se sinônimo de chuvas, inundações, alagamentos, deslizamentos e tragédias. Temos visto diariamente, nos meios de comunicação, os estragos causados por tanta água.

Em São Paulo a coisa não tem sido diferente … todas as tardes enfrentamos chuvas torrenciais, ruas e avenidas alagadas, árvores derrubadas, automóveis danificados, casas inundadas e moradores desabrigados!

Bom … tragédias à parte, rir ainda é o melhor remédio para não desanimarmos e seguirmos em frente nesta selva de pedra!

Em São Paulo já é normal marcarmos compromissos em horários AC ou DC:

– Que tal um choppinho amanhã?
– Beleza! Podemos nos encontrar no Bar do Chico à 1 h DC! (ou seja, uma Hora Depois da Chuva!!!).

É comum também ouvirmos alguns comentários pelas ruas:

– A Dilma está lançando o Balsa-família  para ajudar São Paulo!

– Se a São Silvestre fosse em janeiro, o César Cielo ia humilhar!

– Depois dos airbags, os coletes salva-vidas são os opcionais mais importantes nos carros de Sao Paulo.

– O melhor serviço de entregas em SP é do Submarino.

– Ninguém passa fome em São Paulo: bolinho de chuva é o que não falta!

– Vamos assistir a chuva lá em casa hoje??

– Quem acha que a água do mundo está acabando não mora em SP…

– Noé, precisamos de você em Sampa!!

– Meu passeio ciclístico de hoje foi de pedalinho

– Agora SP inteira tem casa com vista para o mar.

– Tem carioca morrendo de inveja porque agora São Paulo tem dois mares: Mar Ginal Tietê e Mar Ginal Pinheiros

– Pelo menos a SABESP cumpriu o prometido: água e esgoto na casa de todo mundo.

– O Kassab vai trocar o Bilhete Único pelo Bilhete Úmido!!

– Depois de tanta chuva, Kassab anunciou a construção da hidroelétrica do Anhangabaú.

– Em SP não indicamos mais as direções com “direita” e “esquerda”: agora é “estibordo” e “bombordo”!

By moradores paulistas.

Solidariedade

Posted in Solidariedade with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 16/01/2011 by Joe

Solidariedade, amigos, não se agradece, comemora-se! (Betinho)

A frase de Betinho nos ensina a mais bela forma de nos relacionarmos socialmente: sendo solidários!

Quando entendemos que solidariedade não é caridade, abrimos um caminho à unidade através da amizade. Despertamos para valores como amor, paz, liberdade, harmonia entre as diferenças e, mais que isso, compreendemos o que é respeito.

Solidariedade é a capacidade de compartilhar dos sofrimentos de outras pessoas. É o estado primordial do ser iluminado; não é vista como algo a ser construído ou conseguido, mas sim, como existente nos corações puros desde o início dos tempos.

Para compreender este estado não necessitamos de conhecimentos intelectuais ou culturais. Pensando na solidariedade, criamos esta realidade. Pensando na fraternidade universal dos seres humanos, trazemos a luz para o crescimento espiritual que trará a Unidade Divina ao nosso mundo.

By Vera Godoy.

Doações

Passados os primeiros choques com as cenas que vimos na TV, é hora de passarmos da emoção à ação!.

Vamos colaborar com as vítimas das tragédias no Rio de Janeiro, enviando comida, água, roupas, velas e fósforos (eles estão sem energia elétrica). Lembrar também, a quem possa ajudar e tem experiência, que eles necessitam de voluntários em vários trabalhos, desde a ajuda na distribuição das doações, como também médicos, fisioterapeutas, assistentes sociais, psicólogos e outros especialistas.

Quem tem veículos – de preferência caminhões, caminhonetes, vans, etc – e puderem ajudar no transporte das doações, entre em contato com a Cruz Vermelha e Defesa Civil.

Nos links abaixo as várias opções de doações para quem está no RJ e em todos os estados brasileiros. Sugiro, para quem é de fora do Rio de Janeiro, fazer as doações nos endereços da Cruz Vermelha:

Endereços de postos de coleta, Bancos para doações em dinheiro.

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/chuvas-no-rj/noticia/2011/01/saiba-como-ajudar-os-desabrigados-da-chuva-na-regiao-serrana-do-rio.html

Cruz Vermelha

http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2011/01/cruz-vermelha-recebe-doacoes-para-vitimas-da-chuva-em-todo-o-brasil.html

Voluntários

Se você tem alguma experiência em salvamento ou resgate de pessoas em locais de difícil acesso e tem disponibilidade de tempo, entre em contato com José Francisco Matulja (22) 8818-0786 ou Daniel Zanuzzio (22) 9231-6615,  e integre o grupo de voluntários que partirá de Rio das Ostras na segunda-feira, dia 17 de janeiro, para ajudar as famílias que ainda se encontram ilhadas em Nova Friburgo e região.

Doação de Sangue

HemoRio
Rua Frei Caneca, 8
Centro – Rio de Janeiro (RJ)
Informações fones:
(21) 2332-8611
0800-2820708

E para quem não pode ajudar de jeito algum, colabore compartilhando estas informações para todos os amigos via e-mail, redes sociais (Facebook, Myspace, Orkut, Twitter, Hi5, Badoo e outros), bate-papos, etc.

By Joe.

Até quando, senhores??

Posted in Atualidade with tags , , , , , , , , , , on 13/01/2011 by Joe

Mais um verão, mais chuvas, mais enchentes, mais deslizamentos, mais mortos!!!

Restam, diante de mais estas tragédias anunciadas, as perguntas:

– Senhores governantes, até quando?

– Quantas vidas ainda faltam serem ceifadas para que os senhores façam alguma coisa pela qual são regiamente pagos com boa parte dos salários desses futuros mortos?

– Até quando nós vamos ficar passivos, achando que não é possível fazer nada a não ser, depois das tragédias, enviar roupas usadas, água e mantimentos, como uma forma de aliviar nossas consciências por nada termos feito antes??

– Até quando vamos continuar votando e mantendo esse sistema sujo e corrupto do jeito que está?

– Até quando vamos fazer de conta que o problema não é nosso??

Alguém tem as respostas? Acho que todos temos ….

By Joe.

Metas

Posted in Reflexão with tags , , , , on 30/12/2010 by Joe

Se você se importa com os seus objetivos, abandone as condições. Vá diretamente à sua meta.

Seja a sua meta!

As condições frequentemente se disfarçam em tragédias para fugir da responsabilidade.

Por que não simplesmente assumir e criar a experiência que você está procurando?

By Eric Allenbaugh.

%d blogueiros gostam disto: