Arquivo para Tortillas

Curau de milho verde

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 29/03/2014 by Joe

Curau

O milho é um dos ingredientes mais usado no Brasil, principalmente nos pratos típicos das festas juninas. Servido como curau, pamonha ou apenas cozido, o grão agrada ao público de todo o país. Mas de onde ele veio e como chegou ao nosso país?

Descoberta em ilhas próximas ao litoral mexicano, há mais de 7 mil anos, a planta silvestre recebeu o nome de “milho”, de origem indígena caribenha, com o significado de “sustento da vida”. Muito usado pelos incas, maias e astecas, o grão foi a base da alimentação das sociedades antigas e todas as atividades em grupo eram feitas em função de seu plantio. Com o período de colonização do continente americano e as grandes navegações, o alimento ganhou o mundo e se tornou um dos primeiros itens de cultura mundial, perdendo apenas para o trigo e o arroz.

A facilidade de cultivo e a variedade de formas de consumo do produto – que pode ser ingerido cru, cozido, seco ou transformado em farinha – garantiram seu sucesso em diferentes regiões do planeta, entre elas o México, que utilizava o farelo para preparar pequenos bolos, chamados de tortillas, e parte do cardápio tradicional nativo até os dias de hoje.

No Brasil, o milho já fazia parte do dia-a-dia dos índios antes mesmo da chegada dos colonizadores, que aproveitavam todas as partes do vegetal. Com a chegada dos portugueses, surgiram novos pratos à base de milho e seu consumo aumentou significativamente.

O milho é uma planta presente em diversos lugares do mundo e usado tanto para a alimentação humana como para a produção de ração animal. Apesar de bastante conhecido na mesa brasileira, o cereal tem apenas 5% de sua produção direcionada para o consumo humano; a maior parte vai para a alimentação de animais criados em grande escala.

Espigas de milhoA cultura do milho – um dos primeiros alimentos domesticados pelo homem – tinha como objetivo aproveitar os grãos e o suco proveniente de seu talo. Alguns povos produziam açúcar e mel a partir do líquido extraído.

Atualmente, existem diversos tipos de milho: o milho verde, o doce, o farinhoso, o pipoca, o duro, o macio e o dentado. Além de servir de base para diversos pratos da culinária, o vegetal também está na raiz da produção de amido, azeite, bebidas alcoólicas, combustíveis e corantes alimentícios.

Não é apenas pelo prazer do paladar que o milho deve aparecer com mais frequência na dieta alimentar. O grão tem fibras e nutrientes que auxiliam no bom funcionamento do organismo. Porém, para um consumo saudável do milho, é recomendado não adicionar muita gordura ou açúcar durante o preparo dos alimentos.

A receita deste sábado tem o milho como ingrediente principal e é bem simples e rápido de se preparar: o curau.

Curau de milho verde

Ingredientes

8 espigas de milho verde
2 xícaras (chá) de leite
1 vidro de leite de coco
1 colher (sopa) de manteiga
1 lata de leite condensado
Canela em pó a gosto para polvilhar

Modo de preparo

Passe o milho em um ralo grosso ou retire os grãos com uma faca. Em seguida, bata os grãos no liquidificador, depois passe em uma peneira para obter somente a polpa, descartando o bagaço.

Coloque a polpa, já peneirada, em uma panela e junte o leite, o leite condensado e a manteiga. Leve ao fogo por cerca de 10 minutos e mexa sem parar até formar um creme grosso.

Coloque em uma tigela e, por cima, polvilhe a canela em pó. Leve à geladeira até que adquira a consistência de um pudim.

By Joemir Rosa.

Guacamole

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 22/01/2011 by Joe

Guacamole é um molho cremoso e consistente, típico da culinária Mexicana. De preparação simples, é indicado para ser servido com batatas, aves, burritos, tacos e tortillas.

Confesso que a primeira vez que me falaram sobre este prato eu achei um tanto estranho. É que, tradicionalmente, o abacate é consumido no Brasil em preparações doces. Então, esta receita é uma ótima oportunidade para se quebrar uma tradição e experimentar um delicioso molho que pode ser servido como pretexto para um bom papo regado a cerveja!

Antes, porém, alguns dados sobre o ingrediente principal deste prato. Segundo pesquisas recentes:

– o abacate ajuda a controlar o colesterol, melhora o sistema circulatório e a pele.
– colabora para equilibrar o funcionamento do fígado e acalmar o sistema nervoso.
– rico em gorduras monoinsaturadas e fibras.
– rico em ácido fólico, que ajuda a prevenir defeitos congênitos.
– rico em potássio, indicado para fadiga, depressão, problemas cardíacos e derrame.
– tem alto teor de antioxidantes e contém uma substância única que combate as bactérias e os fungos.

História e propriedades medicinais apresentadas, vamos à receita!

Guacamole

Ingredientes

3 abacates médios maduros
2 tomates sem pele e sementes cortados em cubinhos
1 cebola média picada
1 dente de alho picado e amassado com 1/2 colher (chá) de sal
1 pimenta-malagueta sem sementes e picada (opcional)
1½ colheres (sopa) de suco de limão
2 colheres (sopa) de coentro fresco picado (ou salsinha fresca)
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Corte os abacates ao meio, retire a polpa com uma colher e coloque em uma tigela. Amasse bem com um garfo. Em seguida adicione os demais ingredientes (exceto sal e pimenta do reino) e misture bem até obter um creme uniforme. Tempere com o sal e a pimenta do reino. Sirva com batatas cozidas, aves, burritos, tacos e tortillas. Ou, se preferir, com salgadinhos do tipo Doritos.

Neste prato o acompanhamento é uma boa cerveja (sugiro experimentar com limão)!

Onservação: sirva o guacamole logo depois de pronto, para evitar que o abacate escureça e fique amargo. Caso não sirva imediatamente, conserve o guacamole na geladeira junto com o caroço do abacate, que deve ser lavado e seco com toalha de papel.

By Joe.

%d blogueiros gostam disto: