Arquivo para Selo

Em busca de sonhos …

Posted in Reflexão with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on 25/12/2012 by Joe

Em busca de sonhos

Saímos pelo mundo em busca de nossos sonhos e ideais. Muitas vezes colocamos nos lugares inacessíveis tudo aquilo que está ao alcance das mãos. Quando descobrimos o erro, sentimos que perdemos tempo buscando longe o que já tínhamos perto.

Nos culpamos pelos passos errados, pela procura inútil, pelo desgosto que causamos.

Não é bem assim: embora o tesouro esteja enterrado na sua casa, você só irá descobri-lo quando se afastar.

Existem certas coisas em nossas vidas que tem um selo dizendo:

“Você só irá entender meu valor quando me perder – e me recuperar”.

Não adianta querer encurtar este caminho…

By Paulo Coelho.

O selo da felicidade

Posted in Reflexão with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 06/07/2012 by Joe

Se observarem atentamente, na natureza, em tudo e em todos, é possível verificar um objetivo comum – até num átomo. Todos procuram a felicidade. No caso dos seres humanos vemos centenas de esforços, de várias formas. O fim comum a estes esforços é a procura da felicidade.

O objetivo é conseguido por muitos, em diferentes caminhos. Algumas pessoas querem ser felizes rapidamente; por essa razão atalham caminhos e conseguem uma felicidade temporária, mas a alegria emprestada vem e vai.

A felicidade que parecemos alcançar com os nossos esforços do dia-a-dia é passageira e mistura-se com um conjunto de problemas, preocupações e infelicidade. A felicidade não pode vir sem a alternância da infelicidade, antes e depois.

É melhor dizer, “eu sou feliz,” do que “eu quero ser feliz.” No minuto em que dizes, “eu quero ser feliz,” esse querer muito perturba a mente. E supõe que o desejo é cumprido? Quantas pessoas ficam doidas por um pedaço de papel, um selo impresso de umas centenas de anos atrás? Pagam milhares de dólares para adquirirem esse pedaço de papel. Dão-lhe valor e lutam para o obter. Se fores apanhado nisto, vais dizer, “eu não consigo ser feliz sem o selo.” Por isso pagas o preço. Depois dizes, “Agora eu tenho o selo.” É bastante simples. Primeiro dizes, “Eu quero o selo.” Depois de todo o esforço dizes, “Eu o tenho” E onde estás agora? No mesmo lugar que estavas antes do querer. Feliz.

Tu eras feliz antes de querer o selo. No momento em que o quiseste, tornaste-te infeliz. E no momento em que o conseguiste, tornaste-te novamente feliz. De onde veio então a felicidade? Aquilo, por si mesmo, não te deu nenhuma felicidade. Recuperaste a felicidade quando conseguiste o desejo ou quando preencheste o buraco ou depressão criada por esse desejo.

Quando finalmente desistirmos de procurar a felicidade no exterior, calmamente analisaremos e verificaremos que a verdadeira felicidade duradoura nunca pode vir de fora. Não pode vir porque simplesmente, é. Tu és felicidade em pessoa. És essa bênção suprema. És essa alegria. És a imagem de felicidade. Deus está sempre alegre e tu és a imagem de Deus.

Quando te esqueceres da tua verdadeira natureza e procurares a felicidade em caminhos exteriores, isso será pura ignorância. O objetivo de todas as práticas de Yoga é parar tudo o que perturbe a mente de forma que tal que possa refletir-se na paz e alegria que são a tua verdadeira natureza.

By Sri Swami Satchidananda.

%d blogueiros gostam disto: