Arquivo para Scorpions

Scorpions

Posted in Música with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on 26/09/2010 by Joe

Há quatro décadas na estrada, o grupo, formado pelos músicos Klaus Meine (vocal), Rudolf Schenker (guitarra), Paweł Mąciwoda (baixo), James Kottak (bateria), além de Matthias, atravessou gerações e influenciou grandes nomes do rock como Iron Maiden, Bon Jovi e Metallica. Álbuns clássicos como “Blackout” e “Love At First Sting”, e os hits “No Pain, No Gain”, “Wind of Change”, “Still Loving You” e “Rock You Like a Hurricane” não só lançaram o grupo ao sucesso mundial, como fizeram a história do rock alemão.

Ao longo de suas vidas, os integrantes do Scorpions se envolveram em lutas contra diversos problemas sociais ao redor do mundo. Durante a aclamada turnê “Humanity – Hour 1”, em 2007, os músicos tocaram para mais de 150.000 fãs em shows no Brasil, fazendo uma campanha maciça com o Greenpeace para proteger as florestas tropicais do mundo.

Foram a primeira banda de rock do ocidente a se apresentar na então União Soviética, cuja a turnê virou o documentário “To Russia With Love”. Além de cooperar com instituições beneficentes, a banda faz questão de usar sua notoriedade para se envolver em projetos sociais e shows com mensagens de conscientização para as pessoas por meio da música.

O Scorpions foi fundado como uma banda de escola em 1965, pelo guitarrista e atual líder Rudolf Schenker em Sarstedt, Lower Saxony, na Alemanha. O vocalista Klaus Meine aderiu ao grupo em 1969 e, após o primeiro sucesso internacional nos anos 70, Matthias Jabs assumiu como guitarrista, tornando-se membro permanente da banda a partir de 1979.

No início da década de 1990, os músicos ganharam maior destaque com o álbum Crazy World, graças à canção “Wind of Change”, inspirada nas mudanças político-sociais ocorridas no Leste Europeu e também no fim da Guerra Fria. Além de “Wind of Change”, Crazy World trazia “Tease Me, Please Me”, “Don´t Believe Her”, “Send Me an Angel” e “Hit Between the Eyes” que virou tema do filme Freejack estrelado pelo cantor Mick Jagger.

Em 2000, o grupo lançou Moment Of Glory, resultado da brilhante parceria entre os Scorpions e a Orquestra Filarmônica de Berlim. Na época, os maiores sucessos da banda ganharam arranjos clássicos de uma das mais importantes orquestras do mundo. O álbum foi aclamado pelos fãs e pela crítica e conta com as participações especiais do italiano Zucchero, Lyn Liechty e Ray Wilson.

E, depois de cinco anos sem lançar nenhum disco, o Scorpions volta com tudo em Unbreakable. As faixas “New Generation”, “Deep and Dark” e “Through My Eyes” merecem destaque, além da bela “Remember the Good Times”. A bem sucedida Unbreakable Tour passou pelo Brasil em 2005 com shows em São Paulo, Vitória e Porto Alegre. Neste meio tempo, o baixista Pawel Maciwoda entrou no lugar de Ralph Rieckermann.

Em 2007, a banda lançou Humanity – Hour I, um álbum com um hard rock moderno, baseado em temas importantes e, sobretudo, repleto de mensagens e alertas à humanidade. A turnê do álbum veio ao Brasil em agosto do mesmo ano passando por Manaus – cujo show com 40 mil pessoas foi gravado para ser lançado em DVD -, Recife e São Paulo.

No início de 2010, o grupo lançou o DVD Amazônia – Live in the Jungle, com o apoio do Greenpeace. O DVD contém partes do show gravado em Manaus em 2007 e o show de Recife em 2008, além de contar com um documentário do Greenpeace com o sobrevôo da banda sobre a Amazônia. Parte das vendas do DVD será convertida em fundos para a preservação da floresta.

Ainda em janeiro deste ano, o Scorpions anuncia o fim de suas atividades e a última grande turnê denominada “Get Your Sting and Blackout”, que deverá durar entre 2 e 3 anos, passando por todos os continentes para promover recém lançado e último álbum da banda denominado Sting in The Tail! Fizeram a despedida no Brasil no último dia 24 de Setembro!

No video abaixo, um dos momentos mais marcantes de sua carreira: Wind of Change, com Scorpions e a Orquestra Filarmônica de Berlim! Uma das obras mais lindas que já ouvi!

By Joe.

%d blogueiros gostam disto: