Arquivo para Retina

Caldeirada de sardinhas

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 11/05/2013 by Joe

Caldeirada de sardinha

Que tal, neste Dia das Mães, você surpreendê-la e preparar um delicioso almoço para homenagear a sua?

O prato sugerido hoje é bem fácil e rápido de preparar, além de muito saboroso e nutritivo: uma deliciosa caldeirada de sardinhas!

As sardinhas costumavam nadar em grandes cardumes pelos mares da Sardenha, ilha localizada no Mediterrâneo, daí a origem do seu nome. Aventureiras, navegaram quilômetros e quilômetros até disseminar populações de sua espécie pelos vários oceanos do mundo.

Ao longo de sua missão desbravadora, vieram parar nas águas – e no prato – dos brasileiros, formando a família Sardinella brasiliensis, a típica iguaria nacional. Por ser tão comum e ter um baixíssimo custo, nem todo mundo se dá conta de que a sardinha esconde uma riqueza inestimável!

Ela é riquíssima em ácido graxo ômega-3, um tipo de gordura acumulada no corpo desse peixe, em quantidades que não deixam nada a desejar a parentes estrangeiros como o salmão, que levam a fama de serem as melhores fontes da substância.

No corpo humano, essas gorduras do bem minimizam a ação nociva de compostos inflamatórios, ajudam na prevenção de uma série de males, principalmente no coração, intestino e articulações. Sem falar que ainda entram na constituição da retina e da massa cinzenta.

Além do ômega-3, ela é fonte de proteínas de excelente qualidade, ideal para manter os músculos em dia, e o fósforo, um mineral que participa da mineralização dos ossos. Portanto, não faltam motivos para que se inclua essa aventureira dos mares no cardápio. Duas ou três vezes por semana é o suficiente. A versão em lata é uma alternativa válida de vez em quando, até pela praticidade. Só preste atenção em um detalhe: em conserva, o peixe geralmente vem imerso em óleos ou molho de tomate. Evite a primeira opção!

Informações em dia, vamos à receita de um prato que vai agradar a todos, além de fazer bem à saúde da família!

Aproveito para desejar a todas as mamães, um Feliz Dias das Mães, repleto de alegrias juntos aos seus filhos!

Caldeirada de sardinhas

Ingredientes

12 sardinhas inteiras limpas
3 colheres (sopa) de azeite
1 cebola picada
2 tomates picados, sem pele e sem sementes
1 pimentão amarelo cortado em tiras
1 alho-poró cortado em rodelas
sal a gosto
pimenta-do-reino moída a gosto
2 1/2 xícaras (chá) de caldo de legumes
3 colheres (sopa) de salsa picada

Modo de preparo

Em uma panela grande, aqueça o azeite e doure a cebola. Acrescente o tomate e refogue por uns dois minutos. Junte o pimentão, o alho-poró, sal, pimenta e refogue durante cinco minutos.

Acrescente o caldo de legumes e, assim que levantar fervura, abaixe o fogo para brando. Disponha as sardinhas delicadamente sobre o cozido, tampe a panela e cozinhe durante dez minutos sem mexer. Desligue o fogo e salpique a salsa.

Sirva com arroz branco e salada verde.

Dica: este prato fica mais saboroso se preparado de véspera, podendo ser servido frio.

By Joemir Rosa.

Salmão ao molho holandês

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 22/09/2012 by Joe

Peixe é, sem dúvida alguma, um elemento fundamental na nossa alimentação. Seja qual for a nossa faixa etária, ele deve estar presente na nossa dieta, pelo menos duas vezes por semana, pois o seu consumo ajuda a prevenir várias doenças como as que são provocadas pelo stress, as cardíacas e as de hipertensão.

Além de ajudar no desenvolvimento escolar, o peixe ajuda a diminuir o cansaço mental e, consequentemente, reduz também o risco de desenvolvimento da doença de Alzheimer em adultos e idosos.

Surpreendidos com a baixa taxa de acidentes cardiovasculares entre a população de esquimós da Groenlândia, cuja dieta alimentar se caracteriza por um elevado teor de gordura, os cientistas concluíram que a sua longevidade e boa saúde se devia exatamente ao elevado consumo de peixes ricos em ômega 3 (um tipo de gordura, conhecido como ácido graxo essencial, e não produzido pelo corpo humano, muito importante para uma boa saúde).

Segundo os especialistas, o seu consumo frequente ajuda ainda a controlar o colesterol e a hipertensão. O omega 3 é um ácido graxo polinsaturado que se encontra em várias espécies de peixes como o salmão, o atum, a sardinha, a garoupa, a truta ou o peixe-espada.

Este ácido gordo, ao contrário do que possa parecer, ajuda na redução das doenças cardiovasculares, formação de coágulos e acidentes vasculares cerebrais, protegendo ainda o organismo contra determinados tipos de câncer (mama, cólon e próstata), facilita o desenvolvimento correto da retina e do cérebro em crianças, e é terapêutico em doenças inflamatórias da pele. Além disso, como atua diretamente nas células nervosas, é também aconselhado no tratamento de problemas de sono, ansiedade e depressão.

Deve-se, no entanto, ter alguma atenção na sua preparação para que, durante o preparo, o peixe não perca as suas propriedades originais tão benéficas. Prefira-o grelhado ou assado, evitando as frituras.

A receita de hoje é especialmente preparada dessa forma, para manter todos os nutrientes essenciais do salmão. Para acompanhar, batatas cozidas, puxadas na manteiga e salsinha!

Bom apetite!

Salmão ao molho holandês

Ingredientes

4 postas generosas de salmão
1 cenoura picada
1 cebola grande picada
1 xícara (chá) de salsão picado
1 folha de louro
1 xícara (chá) de ervas finas a gosto
10 grãos inteiros de pimenta do reino
1 copo (200 ml) de vinho branco seco
2 copos (400 ml) de caldo de legumes
sal a gosto

Molho holandês

6 gemas
6 colheres (chá) de suco de limão siciliano
3 colheres (sopa) de água
1 xícara (chá) de manteiga sem sal derretida
sal a gosto
pimenta do reino branca a gosto

Acompanhamento

12 batatas bolinhas
1 xícara (chá) de salsinha picadinha
2 colheres (sopa) de manteiga com sal

Modo de preparo

Tempere as postas de salmão com parte das ervas, sal, cebola, e deixe descansar na geladeira por meia hora. Enquanto isso, em uma frigideira larga e funda, prepare o caldo de legumes com o vinho, a cenoura, as ervas, cebola, salsão, louro, pimenta do reino e sal. Deixe ferver por uns dez minutos (se necessário, coloque um pouco de água).

Retire o salmão da geladeira e acomode-os na frigideira sobre o caldo, tampe e deixe cozinhar por uns 15 ou 20 minutos. Prove o sal e acerte, se necessário.

Nesse meio tempo, prepare o molho holandês. Coloque, no liquidificador, as gemas, o sal, a pimenta, o suco de limão e bata tudo por dois minutos. Em seguida, vá despejando lentamente – e sem parar de bater – a manteiga derretida até o ponto de um molho espesso. Cuidado para não deixar o molho desandar!

Retire com cuidado as postas de salmão da frigideira, arrume-as em pratos individuais ou em uma travessa. Cubra com o molho e decore com uma rodela de limão retorcida. Coloque as batatas bolinhas cozidas e passadas na manteiga e cobertas com salsinha.

Um bom vinho branco é o acompanhamento ideal!

By Joemir Rosa.

%d blogueiros gostam disto: