Arquivo para Pudim

Pudim de arroz

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 10/05/2014 by Joe

Pudim de arroz

Aproveitando que amanhã é comemorado o Dia das Mães, que tal prepararmos um delicioso pudim como sobremesa para o almoço de domingo? Pudim é sempre uma receita muito fácil de preparar e que todo mundo curte!

Como já comentei em outras receitas de pudins, quase todos os doces feitos com muitos ovos são de origem portuguesa, e os pudins, ao chegarem por aqui, ganharam outros ingredientes tupiniquins como o coco, a mandioca, o pão, etc.

O típico pudim de pão é uma excelente maneira de aproveitar aquele pão amanhecido. Geralmente recebe passas, frutas secas cristalizadas e ainda vinho do Porto. Já o de claras é uma ótima opção quando você não sabe o que fazer com os ovos que sobraram do quindim ou de outros doces, por exemplo.

Os pudins geralmente são assados em banho-maria, ou seja, a forma é colocada dentro de outro recipiente com água para ir ao forno, ou ao fogo, caso você use recipientes próprios para banho-maria encontrados nas lojas de utensílios domésticos.

Seja qual for a maneira como irá fazer, certo mesmo é que eles ficam cremosos, refrescantes e super fáceis de preparar. Uma sobremesa que serve para todas as ocasiões.

E hoje trago a receita de uma variação dos pudins clássicos: o de arroz. É simplesmente delicioso!!

Pudim de arroz

Ingredientes

Pudim

250 g de arroz
4 xícaras (chá) de água
2 ramas de canela em pau
2 xícaras (chá) de leite
1,5 xícaras (chá) de açúcar
6 ovos
1 colher (sopa) de baunilha
1 colher (café) de fermento em pó
raspas de 1 limão
manteiga para untar a forma
farinha de trigo para polvilhar a forma

Cobertura

6 bananas-da-terra
2 xícaras (chá) de açúcar

Modo de preparo

Cozinhe o arroz na água com a canela. Coloque o leite e 1 xícara e 1/2 de açúcar. Retire a canela, acrescente os ovos, a baunilha e bata tudo no liquidificador. Misture delicadamente o fermento e as raspas de limão. Unte uma forma redonda (sem buraco e com fundo falso) com manteiga, polvilhe com farinha de trigo e coloque para assar. Depois de assado, leve para a geladeira.

Cobertura: Corte as bananas em rodelas. Derreta numa panela 2 xícaras de açúcar até caramelizar. Se precisar, coloque uma ou duas colheres de água para que não fique muito seca. Junte as bananas e deixe descansar por meia hora.

Desenforme o pudim e coloque as bananas carameladas por cima.

By Joemir Rosa.

Pudim de chocolate com chantilly

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 30/03/2013 by Joe

Pudim de chocolate

Páscoa, entre outras coisas, nos traz as delícias e os prazeres da mesa!

E um dos símbolos mais tradicionais é o chocolate, em suas mais diversas formas de preparo e de embalagens.

A Páscoa é o período do ano em que as prateleiras dos supermercados ficam recheadas de chocolate, preferencialmente no formato de ovos dispostos em diversas marcas e tamanhos. A dúvida que fica é se essa iguaria não irá implicar na boa forma ou na saúde.

Sem exageros, o ovo de Páscoa escolhido pode ser saboreado com prazer, pois o chocolate é considerado saudável e nutritivo. O cacau, um de seus componentes, possui flavonoides que atuam como antioxidantes e mantém o coração saudável. Outra substância em sua composição é a cafeína, que aumenta a euforia e o raciocínio.

O chocolate passa a ser um perigo à saúde quando consumido em excesso, pois é rico em calorias, carboidratos, gorduras e uma pequena quantidade de proteínas, o que faz dele um dos alimentos que mais engorda. Portanto, observe, além da quantidade, que pode ser uma porção de 30 gr, o tipo de chocolate e o horário que for consumi-lo, de preferência no lanche da manhã ou da tarde.

Os chocolates brancos possuem mais gorduras por serem feitos de manteiga de cacau. O chocolate amargo ou meio amargo é mais benéfico em razão da grande quantidade de cacau. O chocolate ao leite, por receber leite em pó na massa, apresenta mais proteína e cálcio.

Ao saborear essa delícia, o que é muito nesta época, pois até quem não é muito fã de doces muitas vezes acaba cedendo à tentação, divida-o com amigos e familiares e guarde o que sobrou para ser consumido aos poucos, no decorrer da semana.

Outra dica é acompanhar o chocolate com uma boa fonte de fibra, como por exemplo, uma fruta. Mesmo assim é preciso moderar, para não exceder no carboidrato. Caso haja excessos, compense ingerindo líquidos não calóricos e isentos de glicose, como o chá verde, que é antioxidante.

A receita deste sábado é rápida, não tem nenhuma história ou origem, mas garanto que é deliciosa e vai agradar a todos no almoço de Páscoa deste domingo!

Pudim de chocolate com chantilly

Ingredientes

• 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
• 600 ml de leite
• 200 g de chocolate meio amargo picado
• 3 ovos inteiros
• 2 gemas
• chantilly a gosto para decorar

Modo de preparo

Aqueça o forno a 180ºC. Com uma xícara de açúcar caramelize uma forma de pudim ou oito forminhas individuais. Em uma panela, ponha o leite com o chocolate e aqueça em fogo baixo até o chocolate derreter completamente. Bata bem os ovos, as gemas com o restante do açúcar. Adicione o leite com o chocolate e bata por mais dois minutos.

Despeje sobre a forma ou as formas caramelizadas e leve ao forno para assar em banho-maria durante 30 minutos ou até que estejam firmes. O ponto ideal é quando o creme deverá estar ainda mole quando a forma for levemente sacudida. Deixe esfriar e com a ponta de uma faca solte as bordas e desenforme. Leve para gelar e, na hora de servir, decore com o chantilly.

Dica: Para o banho-maria, ponha a forma sobre uma assadeira com 2 cm de água fervente.

By Joemir Rosa.

Pudim de tapioca

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 19/01/2013 by Joe

Pudim de tapioca

A tapioca é uma iguaria tipicamente brasileira cuja origem vem dos índios tupi-guarani, que produziam uma goma feita com a fécula da mandioca. Ela também é conhecida como goma da mandioca, goma seca, polvilho doce, entre outros nomes.

O nome “tapioca” vem do tupi “tipi’oka” e significa “coágulo”. A palavra se refere ao processo pelo qual o amido é transformado em algo comestível.

Os povos tupi-guaranis, que ocupavam a faixa litorânea leste do território brasileiro desde o sul até o norte, foram os responsáveis pelo domínio comestível da mandioca, que, produzida sob o sistema da agricultura de subsistência, era a base da alimentação do Brasil até a chegada de Pedro Álvares Cabral.

Logo após os primeiros anos do descobrimento, os colonizadores portugueses na Capitania Hereditária de Pernambuco descobriram que a tapioca servia como bom substituto para o pão. A tapioca logo se espalhou pelos demais povos indígenas, como os Cariris no Ceará e os Jês, na Amazônia oriental. Posteriormente se transformou na base da alimentação dos escravos no Brasil. Tudo isso serviu para transformar a tapioca, hoje, num dos mais tradicionais símbolos da culinária por quase todo o nordeste.

Além do jeito tradicional de se preparar a tapioca (espalhando o polvilho doce numa chapa ou frigideira aquecida, onde ele se coagula e vira uma espécie de panqueca que pode ser recheada com coco, queijo e leite condensado), podemos prepará-la de outras formas, como um delicioso pudim!

Como sempre, uma receita fácil de preparar e que tem um ar de pudim de leite condensado! E tão saboroso quanto!!

Pudim de tapioca

Ingredientes:

Pudim

2/3 de xícara (chá) de tapioca
2 xícaras (chá) de leite desnatado
1 garrafa de leite de coco (200 ml)
3 ovos
1 xícara (chá) de leite em pó desnatado
4 colheres (sopa) de açúcar
1/2 coco ralado
1 pitada de sal

Calda

1 colher (sopa) de açúcar
1/3 de xícara (chá) de água

Modo de preparo

Prepare a calda, colocando o açúcar e a água no fundo de uma forma de 20 cm de diâmetro com buraco no meio. Leve ao fogo até virar uma calda caramelizada, espalhe bem e reserve.

Deixe a tapioca de molho no leite desnatado por 15 minutos e reserve.

No liquidificador, em velocidade máxima, bata o leite de coco, 2 gemas, 1 ovo inteiro, o leite em pó, o açúcar, o coco ralado, o sal e a tapioca.

Em uma batedeira, bata as claras com uma pitada de sal até obter picos firmes. Junte à mistura da tapioca hidratada no leite. Aqueça o forno em temperatura alta. Despeje a mistura na forma previamente caramelizada. Leve ao forno em banho-maria por 1 hora, ou até que fique bem firme. Quando esfriar, desenforme e sirva gelado.

By Joemir Rosa.

Maria-Mole de coco queimado

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , on 17/11/2012 by Joe

Maria-mole é uma sobremesa tipicamente brasileira preparada com açúcar, claras de ovos e gelatina incolor, com cobertura de coco. Sua consistência é muito similar ao marshmallow, porém, sem ser pegajosa.

Conta a história que esse doce teria sido criado por um fabricante de doces, descendente de italianos, chamado Antonio Bergamo. Na tentativa de aproveitar claras de ovos que sobravam do preparo de outros doces, ele conseguiu um suspiro mais consistente adicionando gelatina à receita.

Após esfriar, ele verificou que, ao contrário das suas expectativas, o doce não havia endurecido, ficando meio mole. Daí surgiu o nome Maria-Mole.

Como eu já havia comentado anteriormente, quando publiquei a receita do Pudim de Maria-Mole, esse doce tem gosto de infância. Desde aquelas que a gente comprava nas quitandas do bairro e vinha com um brinquedinho, até as que eram feitas em casa, grandonas e com bastante coco ralado!

Espero que gostem deste doce simples, fácil e rápido de preparar, lembrando que existem variações no preparo desta sobremesa, inclusive algumas em que não se utilizam claras de ovos.

Maria-mole de coco queimado

Ingredientes

2 pacotes de coco ralado (200 g)
6 ovos (somente as claras)
2 xícaras (chá) de açúcar
2 envelopes de gelatina incolor (24 g)
água para hidratar a gelatina

Modo de preparo

Em uma frigideira, doure o coco ralado e reserve.

Em uma tigela, misture as claras de ovos, o açúcar e leve ao fogo em banho-maria. Quando a água começar a ferver, mexa sem parar durante um minuto. Retire a tigela do banho-maria e leve à batedeira, começando em velocidade baixa, aumentando à medida que for encorpando. Bata durante 5 minutos.

Sem parar de bater, junte a gelatina hidratada e dissolvida de acordo com as instruções da embalagem. Bata por mais 5 minutos.

Em uma assadeira untada com margarina e polvilhada com metade do coco reservado, despeje a maria-mole. Por cima, polvilhe o restante do coco e leve à geladeira por 4 horas.

Corte em quadrados e sirva.

Sugestões

1. utilize coco ralado fresco, se preferir.
2. substitua o coco por chocolate granulado.
3. use gelatinas coloridas na mistura da maria-mole para dar cores ao doce.
4. corte em outros formatos.

By Joemir Rosa.

Panna Cotta

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 11/08/2012 by Joe

Panna cotta (ou pannacotta) é um prato típico italiano, proveniente da região italiana de Piemonte. O nome, panna cotta, significa creme ou nata cozida. Trata-se de um doce muito parecido com o famoso flan na sua forma, embora sua textura lembre a de uma gelatina.

Contam, porém, que a origem dessa sobremesa é incerta. A principal versão, no entanto, diz que o doce teria sido inventado por uma descendente de húngaros no início do século XX, na sub-região piemontesa de Langhe.

Em sua elaboração entram nata de leite, açúcar, gelatina e especiarias, principalmente canela. Na receita original da panna cotta, o prato era aromatizado apenas com baunilha, mas algumas receitas regionais incluem rum ou Marsala (um vinho fortificado siciliano) no creme que forma o pudim. No Piemonte, o doce pode ir à mesa puro ou, como é comum nos restaurantes, com calda de frutas.

De certa forma, a panna cotta pode ser vista hoje mais como uma técnica do que como um doce específico, já que vem servindo de base para que chefs do mundo todo criem sobremesas que fogem bastante da receita tradicional italiana.

Panna cotta

Ingredientes

1 litro de creme de leite
1 pacote (12 g) de gelatina incolor e sem sabor
½ xícara (chá) de água
1 xícara (chá) de açúcar
1 colher (chá) de canela em pó

Modo de preparo

Leve ao fogo baixo o creme de leite, o açúcar e a canela, deixando aquecer bem. Reserve.

Dissolva a gelatina na água fria e leve ao fogo para dissolver.

Em seguida, bata no liquidificador o creme de canela com a gelatina, por dois minutos. Disponha em um refratário ou em forminhas levemente untadas com óleo e leve para gelar por duas horas. Decore a gosto, com calda caramelo ou de frutas.

Se preferir servir com calda de frutas, por exemplo, lave bem uns vinte morangos, junte quatro colheres de açúcar e leve ao fogo em uma panela, misturando bem até dissolver, acrescentando algumas colheres de água quando necessário para que a mistura não resseque e se transforme em geléia. Leve a calda à geladeira e despeje-a sobre o pudim no momento de servir.

Você pode preparar outras caldas com frutas de sua preferência.

By Joemir Rosa.

Pudim de Maria-Mole

Posted in Receitas with tags , , , , on 05/11/2011 by Joe

Se tem uma coisa que tem gosto de infância é Maria-Mole!! Desde aquelas que a gente comprava nas quitandas do bairro e vinha com um brinquedinho, até as que eram feitas em casa, grandonas e com bastante coco ralado!

A receita de hoje não é, especificamente, de Maria-Mole, mas sim de um pudim delicioso que usa como base aquele pó para Maria-Mole que vem em caixinhas. Fácil de preparar, delicioso como sobremesa ou para comer a qualquer hora que der vontade de comer um doce.

Pudim de Maria-Mole

Ingredientes

1 lata de creme de leite gelado
1 lata de leite condensado
1 pacote de pó para Maria-Mole
1 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de água fervente
50 g de coco ralado seco
ameixas pretas para decorar

Para a calda

4 colheres (sopa) de água
1 xícara (chá) de geléia de ameixas

Modo de preparo

Dissolver o pó para Maria-Mole em água fervente, mexendo bem. Coloque no liquidificador a Maria-Mole dissolvida, o creme de leite gelado, o leite e o leite condensado. Bata tudo e coloque em uma forma redonda untada com óleo. Leve à geladeira por 24 horas.

Para a calda, dissolva bem a geléia de ameixas (ou qualquer outra de sua preferência) com a água em uma panela. Jogue por cima do pudim já desenformado, decore com ameixas pretas e sirva gelados.

By Joemir Rosa.

Pudim de leite condensado

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , , , on 17/04/2010 by Joe

Como já comentei anteriormente, quase todos os doces feitos com muitos ovos são de origem portuguesa, e os pudins, ao ganharem espaço em nossa terra, ganharam outros ingredientes tupiniquins como o coco, a mandioca, o pão, etc.

O típico pudim de pão é uma excelente maneira de aproveitar aquele pão amanhecido. Geralmente recebe passas, frutas secas cristalizadas e ainda vinho do Porto. Já o de claras é uma ótima opção quando você não sabe o que fazer com os ovos que sobraram do quindim ou de outros doces, por exemplo.

Os pudins geralmente são assados em banho-maria, ou seja, a forma é colocada dentro de outro recipiente com água para ir ao forno, ou ao fogo, caso você use recipientes próprios para banho-maria encontrados nas lojas de utensílios domésticos.

Seja qual for a maneira como irá fazer, certo mesmo é que eles ficam cremosos, refrescantes e super fáceis de preparar. Uma sobremesa que serve para todas as ocasiões.

E, entre todos os pudins, o de leite condensado é aquela sobremesa que dispensa elogios, ou qualquer outra palavra para definí-lo. É simplesmente o máximo!!

Apesar da receita ser super conhecida, pode ser sempre preparado com algumas variações. Aqui, uma dessas pequenas variações.

Pudim de leite condensado

Ingredientes

1 lata de leite condensado
1 1/2 lata de leite
3 ovos
1 colher (sobremesa) de farinha de trigo ou amido de milho
essência de baunilha a gosto

Modo de preparo

Coloque o açúcar numa forma própria para pudim e leve ao fogo brando para caramelizar. Bata todos os outros ingredientes no liquidificador. Despeje o conteúdo na forma caramelizada e leve ao forno em banho-maria.

Para saber se o pudim está pronto, fure o pudim com um palito de dente; se o palito sair limpo, é porque está pronto. Espere esfriar, desenforme e sirva.

By Joe.

%d blogueiros gostam disto: