Arquivo para Provérbio

Acessando seus recursos

Posted in Reflexão with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 25/09/2013 by Joe

Medos e limitações

Cada um de nós possui os recursos necessários para superar qualquer problema e tomar o controle da própria vida. Não precisamos de ninguém para resolver os problemas por nós – necessitamos de pessoas que nos ajudem a localizar dentro de nós mesmos os recursos necessários para resolver o problema.

Um velho provérbio chinês diz: “Dê um peixe a uma pessoa faminta e ela o comerá uma vez; ensine-a a pescar e ela comerá pelo resto da vida”.

Muitos de nossos medos e limitações foram formados durante a infância. Você, por exemplo, pode ter se impressionado com um adulto autoritário e se sentido minúsculo em comparação a ele; mas, mesmo depois de adulto, você continua sendo influenciado pela autoridade, como se a parte que teve medo naquele momento fosse sempre estar ligada ao passado.

Para se livrar desse medo, converse com a criança que continua dentro de você e diga a ela que agora já é adulta, totalmente crescida, e que não tem mais nada a temer.

By Alan Houel e Christian Godefrey, no livro de “Como lidar com pessoas difíceis”.

O guardião do castelo

Posted in Inspiração with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 03/12/2012 by Joe

Monge zen-budista

Certo dia, num mosteiro zen-budista, com a morte do guardião, foi preciso encontrar um substituto.

O grande Mestre convocou, então, todos os discípulos para determinar quem seria o novo sentinela. O Mestre, com muita tranquilidade, falou:

– “Assumirá o posto o primeiro monge que resolver o problema que vou apresentar”.

Então, ele colocou uma mesinha magnífica no centro da enorme sala em que estavam reunidos e, em cima dela, colocou um vaso de porcelana muito raro, com uma rosa amarela de extraordinária beleza a enfeitá-lo, e disse apenas :

– “Aqui está o problema!”

Todos ficaram olhando a cena : o vaso belíssimo, de valor inestimável, com a maravilhosa flor ao centro. O que representaria? O que fazer? Qual o enigma?

Nesse instante, um dos discípulos sacou a espada, olhou o Mestre, os companheiros, dirigiu-se ao centro da sala e … ZAPT … com um só golpe, destruiu tudo. Tão logo o discípulo retornou a seu lugar, o Mestre disse:

– “Você será o novo guardião do castelo!”

Não importa qual o problema, mesmo que seja algo lindíssimo: se for um problema, precisa ser eliminado!

Um problema é um problema. Mesmo que se trate de uma mulher sensacional, um homem maravilhoso ou um grande amor que se acabou. Por mais lindo que seja ou tenha sido, se não existir mais sentido para ele em sua vida, tem que ser suprimido!

Muitas pessoas carregam a vida inteira o peso de coisas que foram importantes no passado, mas que hoje somente ocupam um espaço inútil em suas mentes e corações. Espaço esse indispensável para recriar a vida.

Existe um provérbio oriental que diz:

– “Para você beber vinho numa taça cheia de chá, é necessário, primeiro, jogar o chá fora para, então, beber o vinho.”

Limpe a sua vida, começando pelas gavetas, armários, até chegar às pessoas do passado que não fazem mais sentido estar ocupando espaço em seu coração. O passado serve como lição, como experiência, como referência. Serve para ser relembrado e não revivido. Use as experiências do passado no presente, para construir o seu futuro. Necessariamente, nessa ordem!

Desconheço a autoria.

Viva o presente

Posted in Inspiração with tags , , , , , , , , , on 25/03/2011 by Joe

Todos nós já tivemos, de uma maneira ou de outra, experiências difíceis na vida. Isto faz parte de nossa viagem por esta Terra – e embora muitas vezes pensamos que “as coisas podiam ter acontecido de outra maneira” – o fato é que não podemos mudar nosso passado.

Por outro lado, é uma mentira pensar que tudo que nos acontece tem o seu lado bom; existem coisas que deixam marcas muito difíceis de superar, feridas que sangram muito.

Como, então, nos livrarmos de nossas experiências amargas?

Só existe uma maneira: vivendo o presente. Entendendo que, embora não possamos mudar o passado, podemos mudar a próxima hora, o que acontecerá durante à tarde, as decisões a serem tomadas antes de dormir.

Como diz o velho provérbio hippie: “hoje é o primeiro dia do resto da minha vida”.

By Paulo Coelho.

Controle suas expectativas

Posted in Reflexão with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 18/10/2010 by Joe

A raiva, a frustração e o ódio têm origem em expectativas não cumpridas. Ou você aprende a se controlar, ou…

Você já pensou em todas as vezes que ficou com raiva ou ódio? Existe um provérbio popular que diz: “sentir raiva ou ódio é como tomar veneno esperando que o outro morra”.

Parece simples, mas não é. Tem tantas coisas que saem do nosso controle, como perder o horário porque um carro quebra e provoca um congestionamento. Ou, ainda, perder relações por causa da vida estressante que nos impulsiona a viver cada vez mais rápido. Ou, ainda, sonhos esmagados por decisões da diretoria da empresa. Quando isso ocorre, temos a tendência a nos frustrar e sentir raiva, ou sentir raiva e nos frustrarmos. Independente da ordem, um sentimento acompanha o outro. Sempre. Nem que seja por um breve instante, você já percebeu isso?

Sêneca, o Jovem, percebeu. Este filósofo romano, que foi contemporâneo de Cristo, entendeu que a origem da raiva era a frustração. Só que ele foi mais fundo e afirmou que a origem da frustração é a expectativa. Ou seja, a raiva, que nos faz tão mal, tem origem em expectativas não cumpridas.

Mas como não sentir raiva quando aquele sacana que puxa o tapete dos outros consegue a promoção que tanto desejamos? Sêneca fala que, se pensarmos em tudo que pode dar errado, estaremos mais bem preparados para a eventualidade do errado acontecer. Ooops … isso parece a Lei de Murphy: “Se alguma coisa pode dar errado, certamente dará.” Ou sua variante: “a probabilidade de um pão cair com o lado da manteiga virado para baixo é diretamente proporcional ao valor do tapete”.

A diferença é que a Lei de Murphy é de um pessimismo conformista que nos paralisa. Nos deixa impotente diante dos acontecimentos. No lado oposto, existem também os pseudofilósofos que falam: “deseje de todo o coração que o universo conspira por você”. Também não é o que Sêneca nos fala. Na realidade, Sêneca sugere buscarmos de coração pelo nosso sonho, mas nos prepararmos para o caso dele não acontecer. Tenha fé, mas saiba que você não controla todas as variáveis. Com isso você evita a frustração e o estresse, mas não perde a paixão.

Sêneca é complexo, mas não é à toa que suas idéias foram largamente utilizadas no humanismo. Não gosta do pensamento positivo, nem do negativo, pois acredita que eles impedem o ser humano de progredir. Ele quer que tenhamos a capacidade de desejar, sem perder a capacidade de decidir. Ter fé, mas que ela não seja cega.

Para simplificar Sêneca, imagine-se num barco à vela, numa época em que não existia aparelhos de GPS, bússola, ou sextante. Você se guia pelas estrelas, seus sonhos, mas tem de ir atrás do vento, em zigue-zague, para continuar se movendo. Tem que desviar das ondas perigosas e dos obstáculos que aparecem à sua frente, mas sem perder sua estrela de vista.

Que tal terminar esse artigo com a frase que o consagrou?

– “Para aqueles que não sabem para que porto vão, nenhum vento é bom” – Sêneca, O Jovem, 4 a.C a 65 d.C..

By Marcelo Aguilar publicado na Revista Você SA.

%d blogueiros gostam disto: