Arquivo para Light

Bauru cremoso de forno

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 04/01/2014 by Joe

Bauru cremoso de forno

Há três semanas eu postei a história, origem e a receita do Bauru, sanduíche que teve sua origem numa lanchonete em São Paulo e que faz sucesso até internacional!

De lá para cá, muitas outras receitas de lanches apareceram, algumas até que levam o nome do primo famoso! Dizem que se levar fatias de tomate é um bauru; se levar apenas queijo e presunto é um misto quente.

Nomenclaturas e outras discussões à parte, resolvemos ir direto ao ponto, ao que importa: uma receita deliciosa e muito fácil de preparar na hora que pintar a fome!

Como sempre, variações existem aos montes e podem ser adaptadas de acordo com o gosto e dieta de cada um. Prepare seu bauru cremoso de forno e troque ingredientes por opções mais light como peito de peru, leite desnatado, pão integral, queijo light, etc.

Bauru cremoso de forno

Ingredientes

1 xícara (chá) de leite
50 g de queijo ralado
2 ovos inteiros
2 colheres (sopa) de margarina
1 pão de forma sem casca
100 g de presunto em fatias
100 g de queijo prato em fatias
2 tomates em rodelas temperados com azeite
sal e orégano a gosto

Modo de preparo

Aqueça o forno a 180ºC. No liquidificador, bata o leite, o queijo ralado, os ovos e a margarina até obter uma mistura homogênea.

Unte um refratário (26 x 16 cm) com margarina, coloque uma camada de pão, a metade do creme, o presunto, o queijo prato, as rodelas de tomate temperadas e termine com fatias de pão.

Cubra com o restante do creme, salpique com orégano e leve ao forno por, aproximadamente, 20 minutos ou até que o queijo se derreta e o pão esteja crocante.

By Joemir Rosa.

Peito de frango grelhado light

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , on 19/10/2013 by Joe

Peito de frango grelhado light

Sabe aquela fome que bate meio fora de hora das refeições e você não quer se empanturrar? Ou quando você está meio que de regime (aquele que você começou na segunda-feira!) e não pode comer nada muito calórico?

É nessa hora que um prato light, com poucas calorias, vem de encontro aos seus interesses!

Carne branca é bem menos calórica e mais fácil de digerir do que a carne vermelha e pode ser preparada de diversas formas, com um sem-número de acompanhamentos igualmente light.

Hoje vou deixar uma dica de preparo, à base de carne branca e ingredientes que podem variar de acordo com o gosto de cada um.

Espero que gostem!

Peito de frango grelhado light

Ingredientes

4 filés de peito de frango, cortados ao meio no sentido horizontal
sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
1 colher (sopa) de vinagre de vinho tinto
6 colheres (sopa) de azeite
1 cebola cortada em gomos finos
450 g de tomates-cereja
1/2 xícara de azeitonas pretas do tipo azapa
1 colher (sopa) de suco de limão
1/4 de xícara de coentro fresco, picado grosseiramente

Modo de preparo

Em um tigela, tempere o frango com sal, pimenta e vinagre. Pincele os filés com uma colher de azeite. Em um frigideira aquecida, grelhe os filés por dois minutos de cada lado ou até que dourem e fiquem macios (se necessário, acrescente um pouco mais de azeite). Reserve-os.

Na mesma frigideira, aqueça uma colher de azeite e refogue a cebola por uns cinco minutos ou até que comecem a dourar. Junte os tomates e as azeitonas e cozinhe por mais um minuto. Retire do fogo, adicione o suco de limão e o coentro (reserve um pouco para decorar).

Regue com o azeite restante e tempere com sal e pimenta. Espalhe sobre o frango grelhado e sirva polvilhado com o coentro reservado.

By Joemir Rosa.

Filé de frango grelhado com manteiga aromatizada

Posted in Receitas with tags , , , , , on 06/08/2011 by Joe

A receita de hoje não tem história, não tem origem conhecida, é rápida e fácil de preparar e – podem ter certeza – é deliciosa!

O filé de frango costuma estar presente em nossas mesas, seja porque é light e ótimo para quem está em dieta, seja porque é uma opção para quem não come carne vermelha. Vai bem com quase todos os pratos, desde um almoço leve, com salada, até em um jantar mais elaborado.

Então, porque não dar a ele um toque diferente de sabor, de forma fácil e criativa!

Vamos à receita!

Filé de frango grelhado com manteiga aromatizada

Ingredientes

10 filés de frango
sal e pimenta a gosto
suco de 1 laranja
azeite suficiente para grelhar
200 g de manteiga em temperatura ambiente
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de pimenta-calabresa seca, em flocos
1 cebola pequena, bem picada
2 dentes de alho, bem picados
2 colheres (sopa) de ervas picadas (salsa, manjericão, salsinha)

Modo de preparo

Tempere os filés de frango com sal, pimenta e o suco de laranja. Deixe marinar por uns 15 minutos.

Enquanto isso prepare a manteiga da seguinte forma: em uma tigela coloque a manteiga, 1 colher (chá) de sal, 1 colher (chá) de pimenta-calabresa, a cebola, o alho e as ervas. Misture tudo muito bem.

Sobre papel-filme, coloque a manteiga e faça um rolinho. Feche com o papel-filme e leve ao freezer até endurecer. Quando for preparar os filés, tire do freezer um pouco antes e corte em rodelas.

Em uma frigideira antiaderente aqueça o azeite e doure os filés de frango. Em seguida, coloque uma rodela de manteiga aromatizada sobre cada filé, ainda quente, e sirva logo em seguida. Sirva os filés com legumes de sua preferência, salteados.

Dica: prepare a manteiga aromatizada com antecedência e congele. Ela é deliciosa para acompanhar carne grelhada ou macarrão cozido.

By Joemir Rosa.

A não-dieta dos franceses

Posted in Saúde with tags , , , , , , , , , , on 28/10/2009 by Joe

EmagrecerVocê sabia que, mesmo com a cultura gastronômica dos franceses, à base de croissants, queijos e vinhos, eles tem baixos índices de obesidade?

Pois bem, eis o segredo!

Primeiro eles vão contra tudo o que o país dos fast foods oferecem; os franceses sentem prazer em comer e, portanto, gostam de gastar tempo comendo; assim o alimento é bem mastigado e melhor digerido.

Dispensam todo tipo de conservantes e alimentos diet e ligth; os alimentos frescos oferecem fibras, pectina e vitaminas que, além de causar maior saciedade, compensa nosso vício ao açúcar e ajuda o intestino a funcionar melhor.

O livro “A não dieta dos franceses”, lançado pela editora Campus, é do fisiologista americano Will Clower. O médico neurofisiologista desenvolveu, durante sua estada de dois anos no Institute of Cognitive Science, em Lyon, na França, um plano de 10 etapas para nunca mais fazer dieta e, ainda assim, emagrecer com saúde, como os franceses.

“Descobri que os franceses violam todas as regras alimentares que estipulamos para nós. E, apesar de seus cremes, queijos, manteigas e pães, a taxa de obesidade na França é de apenas 11,3% da população, segundo pesquisa realizada em 2005 pela International Obesity Task Force. O programa de emagrecimento saudável é baseado em quatro grandes princípios básicos: comer alimentos de verdade; aprender a comer; reduzir a quantidade de comida; e ser ativo, sem necessariamente se exercitar”, explica no livro.

Segundo o médico, estamos inundados de alimentos artificiais – açúcares sintéticos, gorduras sintéticas e produtos alimentícios artificiais. Falta-nos reaprender o que é comida de verdade, já que é a ingestão dela que proporciona ao corpo a nutrição na forma de que ele necessita. Clower afirma que, em vez de estimular a ingestão de novas substâncias químicas para enganar o organismo, o programa mostra porque alimentos de verdade funcionam a favor do corpo.

“Temos que reaprender o que é comida de verdade. Alimentos de verdade são os produtos naturais que podem ser encontrados em um texto de biologia e que, normalmente, fazem parte da cadeia alimentar. Refrigerantes não dão em árvore, margarina é uma invenção, e os corantes, conservantes e estabilizantes que aumentam a vida do produto não foram feitos para o nosso corpo”, defende. Em sua observação dos costumes alimentares franceses, o médico descobriu que os franceses não comem alimentos processados, não evitam gorduras, chocolates e nem carboidratos, não tomam suplementos alimentares, não se abstém do vinho no almoço e no jantar e não comem com pressa. Ao adotar os hábitos franceses, ele e a mulher emagreceram onze e cinco quilos, respectivamente.

Em uma volta pelo supermercado fiquei impressionado com os laticínios – fileiras e fileiras de queijos, uma geladeira inteira só pra iogurtes e queijos frescos… mas, onde estavam os produtos lights?

Entre outras dicas, Clower prescreve uma limpa na despensa e na geladeira, com o auxílio de  que se deve ter em casa, fala sobre os benefícios da cerveja e do vinho, com moderação, é claro, da importância de se passar mais tempo à mesa, usufruindo do sabor da comida e de como isso auxilia a diminuir o tamanho das porções, e da necessidade de se manter ativo. Os resultados, garante ele, surgem em seguida.

Plano de 10 etapas para nunca mais fazer dieta:

1 – Comer devagar. Comer muito rápido faz comer mais. O estômago demora cerca de 20 minutos para mandar um sinal para o cérebro. Comendo devagar, o cérebro tem tempo de receber a mensagem de que seu corpo está satisfeito.

2 – Garfadas menores. O paladar está na superfície da língua. Se a sua boca está cheia de comida, você nem sente o gosto.

3 – Concentre-se na comida. Comer em frente à TV ou no carro faz o momento se tornar irrelevante. A falta de atenção faz com que se coma demais.

4 – Apoie o garfo no prato. Se ainda tem comida na sua boca, coloque o garfo no prato. Não o encha novamente até que tenha engolido.

5 – Sirva a comida em pratos pequenos. Isso resolve dois problemas de uma só vez: o de lavar a louça e o fato de você comer com os olhos.

6 – Comida sem gordura engorda. Comidas sem gordura não satisfazem e contém mais açúcares.

7 – Se não for comida, não coma. Nosso corpo sabe o que  é comida de verdade: carnes, frutas, verduras. Invenções como refrigerantes causam problemas de saúde e de sobrepeso.

8 – Coma em etapas. Coma a salada primeiro. Isso ajuda a ganhar tempo à mesa e previne que você coma rápido e em grande quantidade.

9 – Gordura é necessária na dieta. Seu corpo e cérebro necessitam de gordura para serem saudáveis. Você come uma quantia normal de gordura quando come alimentos de verdade, como manteiga, azeite, ovos, castanhas e queijos.

10 – Alta qualidade da comida leva a comer menos quantidade.

Alimentos que se deve ter em casa:

– Peixes (salmão, sardinha, atum)
– Grãos (granola, aveia, arroz)
– Hortaliças (feijões, cebola, batata, abóbora, tomate)
– Óleos e vinagres (azeite de oliva, óleo 100% vegetal, vinagre)
– Produtos de padaria (farinha, ervas, temperos, açúcar branco ou mascavo, pimenta, sal)
– Lanches (frutas desidratadas, biscoitos não-hidrogenados, nozes, azeitona)
– Condimentos (mostarda, maionese de verdade)
– Lacticínios (manteiga, queijo, ovos, leite, iogurte)
– Bebidas (café, cerveja, suco de fruta, chá, água, vinho).

Matéria publicada em vários jornais e revistas.

%d blogueiros gostam disto: