Arquivo para Descrença

Entusiasmo

Posted in Inspiração with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 16/04/2014 by Joe

Entusiasmo

No mundo de hoje, na empresa de hoje, é preciso ser entusiasmado.

A pessoa entusiasmada é aquela que acredita em sua capacidade de transformar as coisas, de fazer com que elas deem certo.

Entusiasmada é a pessoa que acredita em si. Acredita nos outros. Acredita na força que as pessoas têm de transformar o mundo e a própria realidade.

E só há uma maneira de ser entusiasmado: é agir entusiasticamente!

Se esperarmos ter as condições ideais primeiro para depois nos entusiasmarmos, jamais nos entusiasmaremos com coisa alguma. Não é o sucesso que traz o entusiasmo, é justamente o contrário: o entusiasmo que traz o sucesso!

Há pessoas que ficam esperando as condições melhorarem, a vida melhorar, o sucesso chegar, para depois se entusiasmarem. A verdade é que jamais se entusiasmarão com coisa alguma. O entusiasmo é que traz a nova visão da vida!

Como vai seu entusiasmo pelo país, por sua empresa, por seu emprego, por sua família, por seus filhos, pelo sucesso de seus amigos?

Se você é daqueles que acham impossível entusiasmar-se com as condições atuais, acredite: jamais sairá dessa situação!

É preciso acreditar em você. Acreditar na sua capacidade de vencer, de construir o sucesso, de transformar a realidade.

Deixe de lado todo o negativismo. Deixe de lado o ceticismo. Abandone a descrença e seja entusiasmado com sua vida e, principalmente, entusiasmado com você.

Você verá a diferença!

Desconheço a autoria.

A força dos pensamentos positivos

Posted in Reflexão with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 08/10/2012 by Joe

“A energia vai aonde está a atenção”.

Cada um de nós, consciente ou inconscientemente, emite, a cada momento, uma energia ligada a um pensamento ou a uma idéia, energia esta que pode atuar de modo favorável ou desfavorável a nós. Nossos pensamentos criam nossas emoções e comportamentos.

Nossos pensamentos são nossas crenças, nossa atitude mental determina como vamos agir e pode, inclusive, manter o comportamento, que por sua vez vai reforçar o pensamento e assim por diante, estabelecendo-se deste modo, a dinâmica psíquica que é criada e mantida pela própria pessoa.

Podemos dizer que o pensamento é capaz de “criar” um sentimento, ou um estado emocional que lhe seja compatível e contribui também para mantê-lo. Ao longo do tempo, a pessoa passa a ser vítima do esquema montado pelo próprio sistema de pensamentos, sem perceber esta ligação.

É muito comum percebermos este esquema em casos de depressão, onde a pessoa pensa que tudo é muito difícil, que não consegue fazer nada direito, e tende a isolar-se, evita pedir ajuda, passa muito tempo sem vontade de fazer nada, etc. Neste caso, a pessoa logo percebe que tem algo errado acontecendo com ela e procura um médico.

Mas, e o contrário? E as pessoas que estão sempre bem humoradas, alegres, confiantes, cheias de vontade de realizar coisas? O que temos a dizer sobre elas? Parece que, a esta parcela de indivíduos, a pesquisa científica não voltou seu interesse, ou talvez não tenha tido tanto ibope, pois por longos anos estas pessoas passaram despercebidas, criando vidas prósperas, criando bons relacionamentos sem serem “diagnosticadas” como felizes, alegres ou bem humoradas.

Porém, com o livro “O Segredo” e a lei da atração, veio à tona a experiência de vida destas pessoas e isto causa tanto furor que parece que é algo totalmente novo, mas como o próprio livro mostra, isto é tão antigo quanto a história da humanidade. O fato é que, atualmente, o mundo está voltando sua atenção para a relação entre o tipo de pensamento que abastece uma pessoa e suas emoções e qualidade de vida.

Tudo começa com a percepção individualizada de cada pessoa dos eventos apresentados a ela. Suas emoções e comportamentos são influenciados pela sua percepção. Não é a situação em si que determina o que as pessoas sentem, mas, antes, a interpretação delas da situação.

A consciência de que cada um de nós cria a própria realidade é um bom começo para começarmos a ter domínio e controle dos próprios pensamentos, uma vez que escolhemos, mesmo sem perceber aquilo que pensamos, e isto determina como vamos nos sentir.

Bem, se criamos a própria realidade, o que nos impede de criarmos para nós aquilo que realmente nos faz bem? Nada! A simples reorganização dos pensamentos disfuncionais podem fazer uma diferença muito grande em nossas vidas.

A força do pensamento positivo é explicada nestes mesmos termos, pois pensamentos de sucesso criam realidades de sucesso. Os elementos positivos contidos no pensamento conspiram para criar dentro da mente uma crença profunda no positivo, o que vai fazer com que a pessoa focalize mais intensamente aquilo que a levará ao positivo.

Para quem possui o hábito arraigado de pensar e esperar o negativo, a solução para viver melhor é a reprogramação mental, que exigirá, naturalmente, considerável reeducação do modelo de pensamentos e linguagem. Isto poderá parecer difícil no começo, mas o processo é bastante simples, na operação. Começa com a consciência e identificação de que a maneira de pensar deve ser corrigida e uma nova reorientação mental positiva deve ser instalada. A partir daí, você pode controlar sua mente e deixar de ser controlado por ela.

Você pode, se pensa que pode; você não pode, se pensa que não pode. Isto pode lhe trazer muita energia, fé e coragem … ou desânimo, descrença e sentimentos de fracasso. Você escolhe!

Aqui vão algumas dicas para conhecer o seu pensamento-padrão e suas crenças. Responda honestamente:

– O que você espera do futuro?

– O que você pensa sobre o fracasso?

– O que você pensa sobre o sucesso?

– Como você lida com os obstáculos e as frustrações?

Suas respostas sinceras devem situá-lo em relação ao pessimismo ou otimismo e também em relação às sua emoções.

Finalmente, você identifica onde está, para onde quer ir e continua caminhando, se este for o caminho escolhido, ou muda o curso das coisas para chegar aonde deseja.

Boa sorte!

By Mirtes Carneiro, terapeuta na área de PNL e psicanálise transpessoal.

%d blogueiros gostam disto: