Arquivo para Demodelando

O Demodelando vai demodelar!

Posted in Atualidade with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 26/12/2014 by Joe

Fechado para férias

Eu explico: “demodelar” significa quebrar moldes, modelos, rotinas. Assim, pela primeira vez em quase 6 anos, o Demodelando vai quebrar essa rotina e tirar uns dias de férias, descansar um pouco (quebrando pedras, é verdade!), devendo voltar no começo do ano que se aproxima!

Deixo meus votos de um Feliz Ano Novo, de muitas mudanças, de muitas quebras de modelos – principalmente aqueles sem sentido, hipócritas e ultrapassados – que tantos conflitos e infelicidade trazem às pessoas!

Um grande abraço a todos os amigos e seguidores!!

By Joemir Rosa.

Anúncios

Plante uma árvore na Serra do Gandarela

Posted in Meio ambiente with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 22/12/2013 by Joe

Serra da Gandarela

Atitude que faz diferença: “Plante Uma Árvore” na Serra do Gandarela.

O blog Demodelando aborda diversos conceitos de forma diferente, construindo, desconstruindo e reconstruindo as ideias, e nos ajudando a crescer e repensar o nosso modo de pensar. E esse também é um blog que apóia a campanha “Plante uma árvore”.

“Plante uma árvore” é uma ação sustentável, em que são feitos plantios de mudas típicas na Serra do Gandarela. Essa campanha é realizada pela Ikebana Flores e divulgada pelo Coletivo Cirandar. A campanha existe desde o final de 2012 e, recentemente, teve o seu segundo plantio, que foi realizado no último dia 23 de outubro quando 150 mudas foram semeadas. Veja todas as fotos no link https://www.facebook.com/ikebana.flores.5/media_set?set=a.548227181919884&type=1.

Serra da Gandarela - ativistasA campanha continuará por tempo indeterminado e a previsão do próximo plantio é para o primeiro bimestre de 2014. Continuamos buscando parceiros para ajudar a divulgar a campanha em sites e blogs. Compartilhando os links sobre a Campanha, a discussão sobre a importância de preservar a Serra do Gandarela é estimulada e mudas serão semeadas em nome de cada blogueiro ou internauta.

Entender a relevância da Serra do Gandarela é importante. Falando em diversidade natural é indiscutível, são biomas de Mata Atlântica, vegetação rupestre e expansão de cangas ferruginosas. A Serra fica localizada em Minas Gerais, a 40 km de Belo Horizonte.

Serra da Gandarela - mudasGandarela também é abrigo de um manancial de água potável com as Bacias do Rio das Velhas e São Francisco, e abastece a Região Metropolitana da capital mineira com água de qualidade, entre outros municípios. É importante que se proteja a Serra do Gandarela por unidades de conservação, evitando queimadas, desmatamentos, e a exploração irregular do minério de ferro, porque, além da vegetação, o Rio das Velhas, que abastece com água potável 60% de cidadãos de Belo Horizonte e municípios do entorno, será prejudicado.

Já temos mais de 150 apoiadores, entre deles o SOS MATA ATLÂNTICA que está disseminando um guest-post sobre a nossa campanha em http://www.sosma.org.br/blog/doacao-de-mudas-para-acao-de-reflorestamento-na-serra-do-gandarela-mg.

Outro apoiador é a Bike Pedal e Cia http://www.bikepedalecia.com.br/noticias-que-rolam-por-ai/semeadores-do-bem-ciclistas-ativistas-nas-trilhas-de-minas-gerais.

Serra da Gandarela - mudas plantadasTambém estamos doando mudas do cerrado durante a campanha: ipê amarelo, ipê branco, sucupira, pata de vaca, tamarino e peroba. Basta vir à Ikebana Flores, av. Getúlio Vargas, 1697, Savassi, em Belo Horizonte, de 2ª feira a 6ª feira, no horário de 10h00 às 19h00. A floricultura on-line vai divulgar, através de vídeos e fotos, as atividades do plantio.

Participe: é bem simples e você ajuda o parque plantando a sua muda!

By Paula Ferreira – Coletivo Cirandar  Comunicação e Marketing.

Nota do Blog: É importante que cada um de nós participe dessa e de qualquer outra campanha a favor do nosso planeta. Comece pela sua casa, sua rua, seu bairro… Se todos pensarem no bem que isso fará para nossos filhos e netos, as gerações futuras poderão agradecer por não termos sido negligentes como as gerações anteriores foram, destruindo o planeta, poluindo rios, mares, desmatando as florestas e poluindo o ar! Só assim poderemos dizer que existe futuro para o ser humano! (Joemir Rosa).

Escondidinho de berinjelas

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 26/01/2013 by Joe

Escondidinho de berinjelas

Já contei aqui no Demodelando, em outras ocasiões, um pouco da história da berinjela e apresentei alguns pratos que considero básicos, como o antepasto de berinjelas, berinjelas de forno, lasanha de berinjelas e a moussaka.

Pesquisando um pouco mais, descobri mais informações sobre ela.

Em 1575, o botânico Leonhard Rauwolf fez a descoberta da berinjela em Aleppo, quando ele estava em uma missão e notou que essa planta era chamada “melongena” e ‘bedenigian’. Essa berinjela era do tamanho de um ovo de ganso e de cor violeta.

A berinjela é originária da Índia e sua origem deve ser bem mais longínqua, pois existem muitos nomes em sânscrito e numerosos em Bengali, em Hindi e em outras línguas da Índia. Na Índia mesmo, ela é chamada “brinjal”.

Ela também é cultivada há muito tempo na China, no Oriente Médio e na África. É possível que a China seja um centro secundário de origem, com o desenvolvimento de variedades a pequenos frutos muito distintos das variedades originárias do centro principal de origem que foi a Índia.

Um dos documentos mais antigos que nós encontramos sobre a berinjela se encontra num livro chinês datado do século 5. No século 13 ela foi mencionada pelo médico árabe Ibn El Beïthar assim como por Albert de Cologne no norte da Europa.

No Ocidente ela é mencionada pela primeira vez, e sob o nome de “melonge”, no livro “Simples Médecines de Platéarius” e a passagem que lhe diz respeito é inspirada no “Traité des Simples” do judeu-egípcio Ysaac. Parece que ela já esteve cultivada em algumas regiões da Itália por volta do final do século 14.

Uma das primeiras variedades a atingir a Inglaterra, por volta dos anos 1500, foi uma variedade cujos frutos eram brancos e do tamanho de um ovo de galinha, daí seu nome em inglês “eggplant”, que encontramos às vezes em francês “plante à oeufs”, “pondeuse”, “oeuf végétal”. Essa variedade é ainda cultivada hoje em dia.

Existem inúmeras variedades de todas as formas e cores: verde, rosa, branca, amarela, violeta, salpicada. Em terras brasileiras, a variedade mais encontrada é a violeta escura, cuja versatilidade na gastronomia nos permite criar um grande número de receeitas variadas e saborosas.

O prato de hoje é mais uma dessas receitas, muito fácil de preparar, cujo sabor final agrada a todos, com certeza!

aubergineEscondidinho de berinjelas

Ingredientes

Cobertura

4 batatas médias
2 colheres (sopa) de manteiga
1 xícara (chá) de leite quente
sal e noz-moscada ralada a gosto
queijo parmesão ralado a gosto

Berinjelas

2 berinjelas médias cortadas em pequenos cubos
1 colher (sopa) de azeite
1 cebola média cortada em tiras
2 tomates sem sementes em cubos
1 xícara (chá) de azeitona preta picada
sal e pimenta a gosto
2 colheres (sopa) de salsa e manjericão picados

Modo de preparo

Cozinhe as batatas e depois esprema como se fosse fazer purê. Junte a manteiga, o leite e misture bem. Tempere com sal, a noz-moscada e reserve.

Em um pirex, coloque as berinjelas cortadas, cubra com água, adicione 1 colher (sopa) de sal e deixe de molho por uns 30 minutos. Em seguida, escorra bem, apertando para eliminar o máximo de água possível.

Aqueça o azeite em uma panela ou frigideira funda, junte a cebola e vá mexendo até que fique dourada. Adicione a berinjela e refogue até murchar um pouco. Acrescente os tomates, as azeitonas, tempere a gosto com sal e pimenta. Caso forme muito caldo, escorra um pouco. Adicione a salsa, o manjericão e misture bem. Retire do fogo e espere esfriar.

Em um refratário, coloque a berinjela e cubra com o purê. Polvilhe queijo parmesão ralado e leve ao forno, preaquecido a 220 ºC por uns 15 minutos para gratinar. Retire do forno e sirva.

By Joemir Rosa.

Sorvete de brigadeiro

Posted in Receitas with tags , , , , , , , , , , on 20/10/2012 by Joe

A primavera chegou e logo os dias estarão quase todos iguais: quentes e abafados. E nada melhor para suavizar as altas temperaturas do que um delicioso sorvete, bem gelado e do sabor de nossa preferência!

Já abordei, anteriormente, a história dessa delícia gelada (veja aqui) e postei algumas receitas diferentes ao longo destes quase três anos de existência do Demodelando (use o BUSCA do blog para encontrá-las).

Hoje eu vou apresentar mais uma receita, desta vez juntando duas preferências nacionais da gastronomia: sorvete e brigadeiro de chocolate!

Como sempre, procuro abordar receitas bem fáceis de preparar, cujo sabor seja do agrado da maioria das pessoas, embora nem sempre conseguimos agradar a todos!

Espero que apreciem e se lambuzem com a receita de hoje!

Sorvete de brigadeiro

Ingredientes

500 ml de creme de leite fresco bem gelado
2 latas de leite condensado
1 colher (sopa) de manteiga
1 xícara de chocolate em pó
+ 5 colheres de sopa de chocolate em pó
1 pitada de sal
2 colheres de sopa (30 ml) de conhaque (opcional)
chocolate granulado para decorar

Modo de preparo

Em uma panela, coloque o leite condensado, a manteiga e 1 xícara de chocolate em pó. Em fogo baixo, vá mexendo até o ponto de brigadeiro mole. Desligue o fogo, mexa mais um pouco e deixe esfriar. Reserve.

Na batedeira, em velocidade média, bata o creme de leite gelado até aumentar o volume e ficar com picos moles. Neste ponto, não demore para dar sequência à receita, pois o creme pode virar manteiga. Vá acrescentando, aos poucos, ¾ do brigadeiro já frio, batendo em velocidade baixa.

Junte as 5 colheres de sopa de chocolate em pó, o conhaque e a pitada de sal e continue batendo até que tudo esteja incorporado e cremoso.

Transfira pouco a pouco a mistura para o recipiente que for usar para servir: coloque uma camada do creme batido e, com o auxílio de uma colher de chá, distribua “pingos” do brigadeiro reservado. Coloque outra camada do creme e mais um pouco do brigadeiro; mais uma camada do creme, uma terceira de colheradinhas de brigadeiro e finalize com o creme.

Cubra com plástico filme e mantenha no congelador por pelo menos 6 horas. Na hora de servir polvilhe o chocolate granulado por cima.

By Joemir Rosa.

%d blogueiros gostam disto: