Arquivo para Comparação

Vigiai teus pensamentos!

Posted in Reflexão with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 27/03/2014 by Joe

Pensamentos geram emoções...

Uma estatística revela que uma pessoa normal tem, em média, 60.000 pensamentos no decorrer de um dia. Isso significa quase um pensamento a cada segundo que passamos acordados. E, para boa parte das pessoas, 95% desses pensamentos são os mesmos do dia anterior.

Desses 60.000 pensamentos que você terá hoje, quantos serão negativos e limitantes e quantos serão positivos, desafiadores e animadores?

Talvez você devesse ficar de olho em seus pensamentos. Tente fazer o seguinte: na próxima hora, preste atenção aos seus pensamentos e tome nota de quantos são negativos em comparação aos positivos.

Todos os dias você tem milhares de oportunidades de mudar o rumo da sua vida, simplesmente mudando a direção dos seus pensamentos.

Você vem tendo os mesmos pensamentos antigos, desgastados e limitantes que tem tido por anos a fio? Ou você está constantemente desafiando a si mesmo com pensamentos novos, determinados e positivos?

Preste atenção ao que pensa e você descobrirá oportunidades de crescimento inéditas.

Desconheço a autoria.

Acessando seus recursos

Posted in Reflexão with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 25/09/2013 by Joe

Medos e limitações

Cada um de nós possui os recursos necessários para superar qualquer problema e tomar o controle da própria vida. Não precisamos de ninguém para resolver os problemas por nós – necessitamos de pessoas que nos ajudem a localizar dentro de nós mesmos os recursos necessários para resolver o problema.

Um velho provérbio chinês diz: “Dê um peixe a uma pessoa faminta e ela o comerá uma vez; ensine-a a pescar e ela comerá pelo resto da vida”.

Muitos de nossos medos e limitações foram formados durante a infância. Você, por exemplo, pode ter se impressionado com um adulto autoritário e se sentido minúsculo em comparação a ele; mas, mesmo depois de adulto, você continua sendo influenciado pela autoridade, como se a parte que teve medo naquele momento fosse sempre estar ligada ao passado.

Para se livrar desse medo, converse com a criança que continua dentro de você e diga a ela que agora já é adulta, totalmente crescida, e que não tem mais nada a temer.

By Alan Houel e Christian Godefrey, no livro de “Como lidar com pessoas difíceis”.

%d blogueiros gostam disto: