O lápis

O lápis

O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, ele perguntou:

– “Vovó, você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? É uma história sobre mim?”

A avó parou de escrever, sorriu, e comentou com o neto:

– “É verdade … estou escrevendo sobre você. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.”

O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.

– “Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida, vovó!”

– “Tudo depende do modo como você olha as coisas”, respondeu a avó. “Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo:

“Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e ele deve sempre conduzi-lo em direção à sua vontade”.

“Segunda qualidade: de vez em quando, eu preciso parar o que estou escrevendo e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele estará mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa muito melhor.”

“Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça”.

“Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você.”

“Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na sua vida, irá deixar traços, então, procure ser consciente de cada ação”.

E você? Como anda escrevendo a sua história?

Desconheço a autoria.

Anúncios

Uma resposta to “O lápis”

  1. Ana Machado Says:

    Pode-se confeccionar grandes coisas, mas não deve omitir nunca que subsiste uma mão que é conselheiro suas marchas. Esta mão chamamos de Divindade, e ele deve incessantemente conduzi-lo em leme ao seu querer.Aqui é subjetivo e depende da crença de cada um……a mão que me ajuda pode não ser a considerada para muitos divina…mas para mim é…

    Por vezes é necessário estacar o que se está escrevendo e empregar o indicador. Isso faz com que o lápis amargue um pouco, mas no fim, ele estará mais aguçado, saiba aguentar certos padecimentos, porque eles nos causarão ser uma criatura muito superior-Outra que concordo e não…o sofrimento também gera revolta……e muita……

    O lápis constantemente possibilita que se utilize uma borracha para safar aquilo que encontrava-se equivocado. Compreenda que admoestar uma coisa que se fez não é forçosamente algo ruim, mas algo relevante para nos aguentar na vereda da equidade. O que efectivamente interessa no lápis não é a madeira ou sua forma externa, mas a plumbagem que está interiormente. Logo, que se zele daquilo que sucede entre nós.
    Sem dúvida que o lápis é um utensílio de extrema importância…dá para apagar aquilo que cogitamos que talvez esteja errado..e pode-se corrigir …..

    Ele eternamente cede uma marca. Da mesma maneira, que se conhece saibamos que tudo que se confeccionar na vida, irá licenciar lineamentos, diligencie ser convicto de cada acção.
    A nossa marca deixa ficar…e as acções cada um tem que responder por elas…..no caso de pensar que agiu erradamente…porque o que os outros observam…pode não ser o mesmo que eu….depende daquilo que cada um quer ver e seus interesses…..

    A minha história não é fácil de descrever…somente os que estão comigo a irão compreender…conhecem minhas angústias…meu sofrimento e minha tolerância…só eles irão guardá-la como grande herança…..

    Curtir

O que achou do post acima? Deixe seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: