Para quem você trabalha?

Pra quem você trabalha

Recentemente fui servido por um garçom mal-educado. Sua linguagem corporal dizia mais ou menos o seguinte: “quem mandou você vir a este restaurante?”. Ele demorou 20 minutos para me trazer um cappuccino e, quando chegou, metade estava no pires. Conversando, eu lhe perguntei sobre seu trabalho e seu patrão. Aí ele disse: “É claro que não quero trabalhar para esse cretino o resto da vida”.

Infelizmente o nosso garçom esqueceu um aspecto importantíssimo da vida no local de trabalho: a gente não trabalha para o patrão; trabalha para si mesmo.

Nenhum empregador é perfeito, e pode ser que seus colegas sejam preguiçosos. Mas quando você se candidata a um emprego, o seu dever é dar o melhor de si e não prejudicar o cara que assina os cheques no fim do mês.

Quando você só dá 50 por cento do seu esforço, acaba sofrendo muito mais do que o patrão. Este, quando muito, sai perdendo algum dinheiro. Você perde o entusiasmo e a autoestima, além de um bom pedaço da vida.

Algumas pessoas acreditam que há coisas “boas” e coisas “ruins” para fazer na vida. Não é assim. Uma pessoa interessante pode tornar interessante um trabalho tedioso. Gostar do trabalho é uma escolha. Há pessoas que são capazes de transformar as piores atividades num prazer! Elas simplesmente partem do princípio de que o trabalho deve ser interessante, e pronto!

Em poucas palavras: você dá o melhor de si não porque precisa impressionar as pessoas. Dá o melhor porque é a única maneira de gostar do trabalho.

By Andrew Matthews, no livro “Siga seu coração”.

Anúncios

2 Respostas to “Para quem você trabalha?”

  1. Vc tem completamente razao… infelizmente tantas pessoas nao pensam assim. Principalmente aqui em Veneza, onde moro. Na maioria das lojas vc entra e a vendedora olha com aquela cara de quem diz “mas vc nao podia ter passado direto?”. Elas nao ganham por percentual, entao nao tem a minima motivaçao para trabalhar bem, ser gentil… sorriso? Nao sabem nem o que é isso. As que tentam sorrir conseguem no maximo fazer uma careta. Tem lojas em um centro comercial perto de casa que eu nem entro mais. A unica vez que entrei com minha filha porque ela tinha se apaixonado por um par de sapatos, a vendedora foi muito mal educada. Nao volto mais mesmo! Quem escolhe de trabalhar à contato com o publico, tem que ter consciencia que precisa ser gentil e sorrir, mesmo se o dia està uma merd… com os clientes precisa ser sempre impecàvel! :-/

    Curtir

  2. Concordo plenamente com você. Observo muito essa atitude aqui onde trabalho. A maioria das pessoas trabalham sem amor ao que fazem e acham que a culpa é sempre do patrão. Eu, da minha parte encaro o trabalho como algo positivo sempre. Mesmo quando estou em crise procuro desempenhar meu ofício com prazer, com alegria e receber as pessoas sempre com um sorriso. Excelente texto e reflexão. Parabéns!

    Curtir

O que achou do post acima? Deixe seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: