Amy Winehouse

“Crônica de uma morte anunciada” poderia ser o título deste post. Parece que, de certa forma, todos sabíamos qual o final que aguardava Amy Winehouse. Fácil dizer isso agora, diriam uns …

Mas a vida que a cantora levava, regada à drogas, álcool e relacionamentos complicados, só poderia acabar do jeito que recebemos a triste notícia deste último sábado.

Uma pena para quem gosta de boa música, pois Amy era dona de uma voz poderosa em uma mulher que parecia muito frágil. Voz comparável à das grandes divas do jazz, como Sarah Vaughn, Macy Gray e outras grandes intérpretes.

Bom … acho que tudo que pudesse ser dito e sentido sobre Amy Winehouse já aconteceu nestas últimas vinte e quatro horas…

Então, melhor que dizer o óbvio é ver e ouvir uma das mais lindas interpretações dessa fantástica cantora, que vai nos deixar muita saudades. A letra de “Back to Black” (Volta ao Luto) é triste (como quase todas que Amy compunha) e fala de um amor que se foi, de um adeus, e de um luto. Como o que estamos sentindo agora …

Amy se foi, mas sua voz será eterna! Descanse em paz, Amy …

By Joemir Rosa.

Uma resposta to “Amy Winehouse”

  1. ANJOS A CANTAR

    Para Amy Winehouse

    Esse mundo não favorece as pessoas dotadas de grande sensibilidade. A vida é dura e ácida, como pedra e limão. Ter a alma sensível torna maior o sofrimento humano e nem todos aguentam enfrentar de cara limpa tamanha dor.
    Apelam, então, para drogas, para barbitúricos, para o álcool. Fraqueza, sim, mas quem não pode ser fraco em momentos de sua vida.
    O dia transcorre louco, cada qual com a sua rotina, mesmo que essa seja a pura monotonia de ficar o dia todo em casa assistindo tv ou na internet.
    Quando o dia passa e a noite vem, o coração desacelera e o corpo pede repouso, nessa hora, o pensamento vôa. É quando, geralmente tudo vem: a briga que tivemos, aquilo que não dissemos, a pessoa que não abraçamos, o que queríamos ter feito e não fizemos. E por vezes nos vemos num grande buraco, encimesmados em nós mesmos, trancados em nossos medos e fragilidades, enquanto a vida lá fora gira, o tempo não para. E o quanto nos esquecemos de quem verdadeiramente somos, do nosso lugar nesse mundo, de nossa alma, tudo perdido no meio da inércia ou do excesso de afazeres.
    E as máscaras, quantas máscaras temos que usar para atrair a platéia. E quantas vezes temos que sorrir desejando chorar. E quando temos que falar e não encontramos palavras, mas temos que impressionar. E quando temos que cantar, mas a voz está presa na garganta e temos que fazer um imenso esforço para que saia. E quando temos nossa vida invadida, quando tudo o que queríamos era privacidade. Paparazzis a nos fotografar nos momentos mais inoportunos. Jornalistas a nos sufocar com perguntas. E quando temos que ensaiar, ensaiar, sem parar, para um show , quando tudo que queríamos era dormir.
    A vida passa… o tempo parece voar, ainda mais nos labirintos da fama.
    Quando teremos tempo para sermos pessoas comuns? Quando teremos tempo para sermos amigos uns dos outros? Para nos olharmos nos olhos, sem reparar em nossas vestes? Para darmos as mãos e saírmos por aí como se nada mais existisse, simples e puros como duas crianças, sem que ninguém nos reconhecesse ou sequer nos visse..

    – Ei, amigo, vem comigo! Vamos ver o sol raiar na praia. Senta aqui na areia ao meu lado.
    – Feche os olhos, deixe seu coração criar asas!
    – Estamos rodeados de anjos, nossos protetores, todos à nossa volta.
    – Então deixe que eles cantem e cantemos com eles.

    Nos demos as mãos, dois seres simples e desconhecidos e começamos a dançar naquela praia. Não havia nada a nossa volta para nós. E cantamos, cantamos, cantamos….músicas das quais nem me lembro mais. e dançamos, dançamos, dançamos… E nosso coração se alegrou… e a vida toda se resumiu naquele instante.

    Ianê Mello

    Curtir

O que achou do post acima? Deixe seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: