Educação e cidadania

Ser cidadão é perceber que fazemos parte do mundo. Nossas escolhas e posturas diante da vida afetam não apenas a nós mesmos, mas também a vida de outras pessoas, da comunidade. Assim como as atitudes das outras pessoas também nos afetam.

Ao invés de só reclamarmos podemos agir e transformar as coisas. É verdade que sozinhos não podemos mudar tudo, mesmo porque cada um de nós tem um ponto de vista diferente do que e de como mudarmos as coisas.

Ter como princípio a valorização do humano, do ser e não apenas do ter (material), já é um bom começo. Em nossas comunidades (escola, clube, prédio, rua, etc) sempre há um grupo de pessoas que se uniu para lutar por algo que acredita.

Conheça melhor a sua comunidade e experimente participar dela mais ativamente!

Você também pode formar um grupo e lutar por algo que acredita. Uma ideia é a sua participação em projetos que visem a melhoria da qualidade da educação.

“Sou um só, mas ainda assim sou um; não posso fazer tudo, mas ainda posso fazer alguma coisa; e não é porque não posso fazer tudo que vou deixar de fazer o que posso.” (Edwald Everett Hale)

By Salete Monteiro Amador, psicóloga, supervisora e terapeuta comunitária.

O que achou do post acima? Deixe seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: